Recorde mundial para um quadro da italiana Artemisia Gentileschi

Pintura do mestre italiano Caravaggio é vista em 10 de março de 2014, em Hong Kong

Uma pintura da artista italiana do século XVII, Artemisia Gentileschi, foi vendido nesta quinta-feira, em Paris, por 865.500 euros, um recorde mundial para quem é considerada uma das primeiras artistas mulheres da história, anunciou a casa de leilões Sotheby's.

Avaliado entre 200.000 e 300.000 euros, o quadro, que representa Maria Madalena em estado de êxtase, estava desaparecido há várias deçadas.

A tela reapareceu depois de 80 anos de esquecimento e se encontra em "magnífico estado de conservação", segundo o comunicado.

O óleo de Gentileschi — nascida em 1593 em Roma e falecida em Nápoles em 1652 — foi descoberto em uma antiga coleção do sul da França.

Mulher de grande caráter e vida turbulenta, Artemisia, filha de um artista barroco ligado ao grande Caravaggio, foi uma das poucas pinturas reconhecidas em sua época.