Recorde de passageiros nos aeroportos dos EUA desde o início da pandemia

·1 minuto de leitura
Durante o dia de sexta-feira, os terminais aéreos americanos registraram mais de 1,35 milhão de passageiros, o número mais alto desde 15 de março de 2020

Os aeroportos dos Estados Unidos registraram nesta sexta-feira seu maior tráfego em um ano, quando a epidemia de covid-19 interrompeu brutalmente o transporte aéreo no país, segundo dados publicados pela Agência de Segurança no Transporte (TSA).

Durante o dia de sexta-feira, os terminais aéreos americanos registraram mais de 1,35 milhão de passageiros, o número mais alto desde 15 de março de 2020, quando 1,5 milhão de pessoas estavam presentes.

No entanto, essa quantidade ainda representa quase a metade do volume habitual para este período. O recorde anterior no período de pandemia foi em 3 de janeiro, com cerca de 1,33 milhão de passageiros.

A quantidade de pessoas que pegaram um avião para ou dos Estados Unidos caiu para menos que a marca simbólica do milhão em 17 de março de 2020, e foi novamente superada em 18 de outubro, sete meses depois.

O tráfego entrou em colapso com a pandemia de covid-19. O dia 14 de abril foi o que teve menos passageiros, 87.534.

Muitos americanos, agora vacinados, estão voltando a viajar de avião.

Cerca de 68,9 milhões de habitantes do país receberam ao menos uma dose de uma vacina e 36,9 milhões estão completamente vacinados (11,1% da população), segundo dados publicados no sábado pelos Centros para a Prevenção e o Controle de Doenças (CDC).

jul/ybl/dg/lda/aa