Red Bull Bragantino bateu o Palmeiras com autoridade. Abel Ferreira parece "perdido"

·1 minuto de leitura
Abel Ferreira lamenta mais uma derrota do Palmeiras, na Série A. Foto: Ettore Chiereguini/AGIF

Palmeiras e Red Bull Bragantino fizeram um jogo eletrizante para quem assiste, muito bom para os torcedores de Bragança Paulista e péssimo para quem pagou ingresso, no retorno do público ao Allianz Parque.

A vitória do RB Bragantino por 4 a 2, espelhou bem o que foi a partida. Enquanto o Palmeiras teve mais volume de jogo no primeiro tempo, foi o RB Bragantino que não perdoou as falhas defensivas do Verdão. Ytalo fez 1 a 0 em vitória pessoal sobre Luan e Renan, Cuello aumentou depois do erro de Danilo Barbosa e Artur fez 3 a 0, na entregada de Kuscevic. O time bem treinado por Maurício Barbiéri foi letal sobre um Palmeiras abalado, que ainda descontou com Dudu, com bom cruzamento do zagueiro chileno, improvisado na lateral-direita. 

Na segunda etapa, o Palmeiras "voltou" para o jogo com o gol de Veiga, cobrando pênalti cometido por Aderlan em Jorge. Parecia que haveria uma epopeia palmeirense, mas o RB Bragantino sempre foi perigoso nos contra-ataques. Num deles, Artur engoliu os três zagueiros, com um chute colocado no ângulo direito de Jaílson, fechando a conta para o RB. 

Abel Ferreira terminou a partida com uma formação desesperadora com Jaílson; Breno Lopes, Luan, Renan e Scarpa; Patrick, Veiga e Dudu; Veron, Luiz Adriano e Deyverson. 

O resultado deixa o Palmeiras e Abel Ferreira pressionados. A vaga na final da Libertadores ameniza as decepções recentes, mas não apaga os números negativos. Nos últimos 15 confrontos, o Palmeiras teve duas vitórias, seis empates e sete derrotas. O retrospecto incomoda e mostra um Palmeiras com perda de identidade e sem padrão de jogo. Até o dia 27 de novembro, o Palmeiras estará em debate, se continuar com essa irregularidade, ainda que haja tempo para arrumar a casa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos