Red Bull Bragantino vence com facilidade e mantém Chapecoense em crise

·3 minuto de leitura
SC - Chapeco - 30/05/2021 - BRASILEIRO A 2021, CHAPECOENSE X BRAGANTINO - Helinho jogador do Bragantino comemora seu gol durante partida contra o Chapecoense no estadio Arena Conda pelo campeonato Brasileiro A 2021. Foto: Dinho Zanotto/AGIF/Folhapress
SC - Chapeco - 30/05/2021 - BRASILEIRO A 2021, CHAPECOENSE X BRAGANTINO - Helinho jogador do Bragantino comemora seu gol durante partida contra o Chapecoense no estadio Arena Conda pelo campeonato Brasileiro A 2021. Foto: Dinho Zanotto/AGIF/Folhapress

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Red Bull Bragantino venceu com facilidade a Chapecoense por 3 a 0 neste domingo (30), na Arena Condá em Chapecó (SC), pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Ytalo e Lucas Evangelistas marcaram no primeiro tempo, e Helinho fechou a conta na etapa final.

O resultado mantém a Chapecoense em crise. A equipe perdeu o título catarinense na última quarta-feira (26) para o Avaí e demitiu o técnico Mozart no dia seguinte. Na partida deste domingo, o time foi comandado pelo interino Felipe Endres. A diretoria negocia a contratação do técnico Jorginho, que está sem clube desde que deixou o Atlético-GO há duas semanas.

As equipes voltam a jogar pelo Brasileiro no próximo fim de semana. A Chapecoense visita o Palmeiras no Allianz Parque, no domingo (6). O Red Bull Bragantino recebe o Bahia um dia antes, no sábado (5).

O início da partida não foi bom, sem grandes lances de ambos os lados, mas a Chapecoense começou melhor e conseguiu assustar em duas oportunidades. Na primeira, Cleiton defendeu finalização de Perotti. Depois, Laércio desviou cruzamento e a bola passou por cima do gol.

O Red Bull Bragantino chegou ao gol em lance despretensioso, aos 32 minutos. Fabrício Bruno lançou de longe para a área, e Ytalo apareceu livre para mandar para o fundo da rede. Aos 34, Lucas Evangelista aproveitou cruzamento e ampliou de cabeça.

Atrás do placar, a Chapecoense voltou para o segundo tempo com uma postura mais ofensiva. Apesar de tentar pressionar, a equipe não tinha sucesso na criação das jogadas. Do outro lado, o Bragantino se defendia bem e saía em velocidade nos contra-ataques. Helinho desperdiçou ótima chance de marcar ao chutar por cima do gol, livre dentro da área.

Craque e artilheiro da edição passada, com 18 gols, Claudinho quase marcou. Ele recebeu na entrada da área e mandou uma bomba que explodiu no travessão.

Se a missão da Chapecoense já era difícil, ficou praticamente impossível aos 28 minutos. Helinho recebeu lançamento, cortou Matheus Ribeiro e chutou rasteiro para marcar.

No fim, o RB Bragantino ainda continuou melhor e teve gol de Claudinho anulado corretamente aos 40, porque o jogador estava em impedimento. Já a Chapecoense não teve forças para reagir e foi derrotada com facilidade na estreia do Brasileirão.

CHAPECOENSE

Tiepo; Matheus Ribeiro, Derlan, Laércio e Busanello; Moisés, Anderson Leite, Ronei (Lima) e Mike (Ravanelli); Anselmo Ramon e Perotti (Geuvânio). T.: Felipe Endres (interino)

RED BULL BRAGANTINO

Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz (Natan) e Luan Cândido; Ramires, Lucas Evangelista (Ryller) e Claudinho (Pedrinho); Artur, Helinho (Cuello) e Ytalo (Gabriel Novaes). T.: Maurício Barbieri

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA-CBF)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA-FIFA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA-CBF)

VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN-CBF)

Cartão amarelo: Moisés (Chapecoense)

Gols: Ytalo, aos 32min do primeiro tempo, e Lucas Evangelista, aos 34min do primeiro tempo; Helinho, aos 28min do segundo tempo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos