Rede de hotéis na Europa vai pagar por tatuagens de novos funcionários

Rede de hotéis na Europa vai pagar tatuagens de novos funcionários. Foto: Getty Images.
Rede de hotéis na Europa vai pagar tatuagens de novos funcionários. Foto: Getty Images.
  • Para atrair novos funcionários, grupo hoteleiro na Alemanha oferece pagar por nova tatuagem;

  • Rede de hotéis oferece aos novos funcionários até € 500 para fazer tatuagem, corte de cabelo ou colocar piercing;

  • O funcionário deve trabalhar seis meses no hotel para ganhar a tatuagem.

O turismo volta a ganhar força e, por isso, hotéis procuram se ajustar e oferecer os melhores serviços possíveis aos clientes. Para essa tarefa, é necessário contratar funcionários de destaque.

Com isso em mente, um grupo hoteleiro na Alemanha chamado ‘Ruby Hotels’ decidiu atrair os novos empregados de uma forma curiosa: se trabalharem no estabelecimento por seis meses, o recrutados poderão ganhar uma tatuagem.

Leia também:

A rede de hotéis, que conta com 16 unidades por toda a Europa, oferece aos novos funcionários até € 500, cerca de R$ 2,6 mil na cotação atual, para fazer uma tatuagem, colocar piercing ou fazer corte de cabelo após o fim do período estipulado.

Depois de um mês, desde o começo do novo esquema da ‘Ruby Hotels’, a procura por essas vagas já subiu cerca de 25%.

A vice-presidente de recursos humano do grupo hoteleiro, Uta Scheurer, afirmou à CNN que, “dada a escassez de funcionários na indústria hoteleira em toda a Europa, este é um resultado muito satisfatório”.

Para além de chamar atenção, o grupo Ruby afirmou por meio de um comunicado que a campanha visa atrair uma equipe inclua “jogadores de equipe que valorizam o caráter, a alma e a individualidade”.

De acordo com Scheurer, que tem tatuagens, “a mistura de personagens individuais é o que cria o clima e o sucesso de Ruby”.

*Com informações da CNN.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos