Redução no preço do gás de cozinha não chegou no bolso do consumidor

Há um mês botijão de gás era vendido por R$ 113,63, hoje o preço médio é de R$ 113,50
Há um mês botijão de gás era vendido por R$ 113,63, hoje o preço médio é de R$ 113,50
  • No dia 8 de abril a Petrobras anunciou uma queda de 5,58% no valor de venda às distribuidoras;

  • Na época, o preço médio do botijão de gás era de R$ 113,63, segundo a ANP;

  • Reajuste de margens pelos distribuidores estaria por trás da lentidão na queda dos preços.

No mês passado, a Petrobras anunciou uma redução de R$ 0,25 por quilo do gás de cozinha, ou de 5,58% no valor total do botijão. Na época, especialistas afirmavam que a medida só seria sentida em duas semanas. No entanto, até hoje a mudança não impactou o bolso dos consumidores.

A redução, anunciada na sexta-feira 08 de abril e com validade já para o dia seguinte, esperava ver o preço de revenda da Petrobras caindo de R$ 4,48 para R$ 4,23. Segundo a Petrobras, o motivo da redução seria uma estabilização da taxa de câmbio e a evolução dos preços internacionais.

Na época, para os consumidores finais o preço do botijão estava em R$ 113,63 e especialistas contavam com uma redução de R$ 3 a R$ 6,50 no valor. Entretanto, segundo o mais recente boletim de preços divulgado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o preço médio do botijão de 13 quilos no Brasil é de R$ 113,50. Ou seja, nem R$ 1 de queda.

Para o economista Alberto Ajzental, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), um dos motivos da lentidão do reajuste dos preços é que os distribuidores olham um para o outro na hora de ajustar as margens de lucro.

"Quando se fala em aumento e queda de preço, a subida sempre será quase que imediata. Para ter a queda no valor, o varejista quer ver se consegue ganhar um pouco de margem, então não deixa cair de imediato. Ele olha para a concorrência primeiro para ver se reduz o custo. Isso é normal no mercado. O que faz o movimento nos preços é a competição dos distribuidores", disse Ajzental à CNN.

No momento, para tentar reduzir o valor pago, tudo que o consumidor pode fazer é pesquisar preços. Dessa forma ele não só paga menos, como também exerce pressão pela queda dos preços em sua região.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos