Reduto, em Botafogo, completa dez anos e se firma como espaço de efervescência cultural e programação LGBTQIAP+

Há exatos dez anos, Marco Nanini e Fernando Libonati decidiram arrematar a casa vizinha à produtora cultural Pequena Central para criar o Reduto, espaço na Rua Conde de Irajá, em Botafogo, que se tornou um polo de novidades do Rio. “Surgiu do nosso desejo de trazer para Botafogo uma possibilidade de palco para jovens talentos, pessoas que não se encaixam na parte mais comercial do entretenimento”, conta Nanini. “A ideia sempre foi ser um território livre, sem preconceitos e com máximo respeito à diversidade em todos os níveis. Fico feliz em ver que conseguimos atingir nosso objetivo”, completa.

E aconteceu de tudo ali: montagens teatrais, workshops, residências artísticas, exposições, feiras de moda, arte e gastronomia, shows, encontros políticos voltados para a cultura e festas, muitas festas — tudo lotando os cômodos do casarão de 1920, devidamente reformado.

Em 2018, Nanini e Libonati decidiram derrubar o muro que dividia o Reduto e a Pequena Central e tornaram tudo uma coisa só, grandona, com mesas ao ar livre, bar e restaurante. “Desde então, passamos a abrir regularmente aos fins de semana e consolidamos a vocação de um espaço com um olho na cultura e outro na noite”, conta Libonati.

O figurinista Antônio Guedes é um dos residentes do espaço. Ele mantém o ateliê de sua marca ao lado do designer Diogo Reis Naked Neuras e também trabalha na programação, que é supervariada, e tem até quizz, microfone aberto e encontro drag.“Vejo como um reduto de pessoas do bem, livres, de todos os corpos e idades”, conta Antônio.

Este ano, o trio recebeu ainda mais dois reforços. A chef Roberta Ciasca, que passa a comandar a parte gastronômica dali, e Manu Seiblitz, que foca na curadoria musical. Além de todo um cardápio delicioso de almoço e jantar, há uma agenda com shows (no dia 5 tem o cantor Siso), feiras (no dia 7, acontece a Uva, e no dia 21, a Mercadona), encontros de jogatinas (no dia 11 rola carteado), microfone aberto em todos os sábados e outros agitos. Vamos?

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos