Redutos de líderes do Centrão e aliados do governo Bolsonaro lideram ranking de destinos de emendas de relator

·1 min de leitura

BRASÍLIA - Alvo de investigações no Tribunal de Contas da União (TCU), de críticas de especialistas em transparência nas contas públicas e com a execução suspensa temporariamente pela ministra do STF Rosa Weber, as “emendas de relator” têm beneficiado mais neste ano cidades que são redutos eleitorais de lideranças políticas do Centrão e aliados do governo. Repartidas sem um critério claro e sem transparência na execução, essas emendas têm sido usadas pelo governo e pela cúpula do Congresso para construir a base aliada.

Segundo levantamento obtido pelo GLOBO, a cidade de Arapiraca, no Oeste de Alagoas, reduto do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), foi a segunda que mais teve valores de emendas empenhadas.

Na reportagem completa, exclusiva para assinantes, você confere a lista de cidades com maiores empenhos dessas emendas e entenderá mais detalhes desse tipo de repasse e de suas implicações no Legislativo em votações importantes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos