Reforma sem dor de cabeça: bom planejamento e contrato são essenciais, diz engenheiro

Regiane Jesus
·2 minuto de leitura

RIO — É preciso tomar cuidado antes de começar uma reforma em casa. O sonho de pintar os cômodos, modernizar o banheiro ou quebrar paredes pode virar pesadelo se o contratante não se precaver no momento de acertar o serviço com um profissional. A escolha dos produtos também é fundamental. Às vezes, o barato sai caro! E verificar a estrutura da parte elétrica é importante, sobretudo se o lar ganhou ou ganhará novos aparelhos. Para não errar, o planejamento detalhado da obra que será feita é igualmente essencial. O engenheiro eletricista e civil Marcio Alencar, morador de Vigário Geral, dá dicas para uma empreitada bem-sucedida:

— Peça três orçamentos e busque referências com pessoas conhecidas ou antigos contratantes. É importante também ver fotos de obras que estes profissionais já fizeram. Quanto ao pagamento, a primeira parcela só deve ser acertada no primeiro dia da empreitada, e o valor não deve ultrapassar 20% do total do serviço. O restante deve ser pago no decorrer da reforma, deixando 20% para ser quitado no dia da entrega. Esta é a maneira de o cliente se resguardar. Se puder, só use material de construção de excelente qualidade — ensina Alencar, que disponibiliza o perfil @focoengenhariarj, no Instagram, para contato.

Atenção dividida entre a estética e a segurança

Evitar contratar profissionais por diária também é um conselho de Alencar.

— É muito arriscado. Vai que o profissional fica o dia inteiro mexendo no celular? O seu acordo deve ser feito pela entrega de um determinado serviço, não pelo dia de trabalho — diz o engenheiro.

Prevenir é melhor que remediar, garante ele.

— Serviço é igual a namoro: tem que começar certo para não haver problema depois. É melhor escolher bem antes para evitar uma separação com brigas — diverte-se.

O fato é que desde o ano passado não para de crescer a procura por reformas.

— Como as pessoas estão mais tempo em casa, elas passaram a ver o que estava precisando de uma repaginada. A minha empresa tem sido bastante requisitada para reformas em geral, além de serviços de pintura — conta o engenheiro.

A estética é importante, mas a segurança elétrica merece ainda mais atenção.

— Os apartamentos antigos costumam precisar de um reforço, por exemplo, para a colocação de aparelhos de ar-condicionado do modelo split — observa Alencar.

SIGA O GLOBO-BAIRROS NO TWITTER (OGlobo_Bairros)