Seul e Washington concluem manobras encurtadas pela aproximação com Pyongyang

Seul, 3 mai (EFE).- Os exércitos da Coreia do Sul e Estados Unidos concluem nesta quinta-feira suas grandes manobras anuais de primavera, cuja duração foi encurtada este ano por causa da aproximação com a Coreia do Norte e as conversas para sua possível desnuclearização.

O exercício de simulação computadorizada Key Resolve, que começou no dia 23 de abril, será concluído hoje como estava previsto, segundo confirmou à Agência Efe, um porta-voz do Ministério da Defesa sul-coreano.

Além disso, os dois países já paralisaram por um dia esses exercícios, na última sexta-feira, dia da cúpula entre os líderes das duas Coreias, a fim de favorecer a atual aproximação.

Da mesma forma, os aliados também concluíram as manobras do Foal Eagle que começaram no dia 1º de abril e que se foram reduzidas pela metade intencionalmente para durar em torno de um mês e favorecer o atual degelo com a Coreia do Norte, que tradicionalmente condenou estes jogos de guerra.

Pyongyang, que este ano decidiu não condenar os exercícios, normalmente considera que se trata de testes para invadir seu território e habitualmente respondeu as manobras com testes de mísseis.

Os gestos deste ano pelas duas partes encenam a importante aproximação e a virada diplomática que deu a situação na península coreana, desde que em janeiro, o líder norte-coreano, Kim Jong-un, expressasse seu desejo de melhorar laços com o Sul, país com o qual o Norte segue tecnicamente em guerra. EFE