Regeneron diz que terapia com anticorpos se mostrou promissora em pacientes hospitalizados com Covid-19

·1 minuto de leitura
Ilustração em 3D representando o novo coronavírus

(Reuters) - A Regeneron Pharmaceuticals anunciou, nesta terça-feira, que dados iniciais de um estudo em andamento sobre seu coquetel experimental de anticorpos para uso em pacientes hospitalizados com a Covid-19 mostram que o tratamento era eficiente o bastante para garantir a continuidade dos testes.

A farmacêutica está testando o tratamento, que é uma combinação de dois anticorpos, o casirivimab e o imdevimab, em pacientes hospitalizados que requisitem baixo fluxo de oxigênio.

A empresa anunciou em setembro que o coquetel reduzia o nível viral e melhorava sintomas em pacientes hospitalizados com a Covid-19.

Entre os participantes do estudo, alguns produziram uma resposta imunológica por conta própria (chamados seropositivos), e outros tiveram uma resposta imunológica que ainda não era adequada (seronegativos).

Pacientes seronegativos tratados com o coquetel de anticorpos possuem um risco menor de morte ou de necessidade de ventilação mecânica, afirmou a farmacêutica.

Com base nos resultados, a farmacêutica disse que um estudo de fase avançada em estágio avançado envolvendo pacientes hospitalizados irá continuar.

A Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) autorizou o uso emergencial do tratamento para casos de pacientes com Covid-19 moderada ou suave e que não estejam hospitalizados no momento.

(Reportagem de Manojna Maddipatla em Bengaluru)