Região do ABC ultrapassa marca de 2 milhões de doses de vacinas aplicadas contra a Covid-19

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Consórcio Intermunicipal Grande ABC em São Paulo, que reúne as cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, anunciou a marca de 2.091.305 milhões de doses aplicadas da vacina contra a Covid-19 na região até esta quinta-feira (22). Além disso, 70,4% da população recebeu pelo menos uma dose do imunizante.

Ainda na região, 24% dos moradores acima de 18 anos já completaram o esquema vacinal. A pessoa só é considerada imunizada após tomar as duas doses das vacinas da AstraZeneca, Pfizer ou Coronavac; ou ainda a dose única da vacina da Janssen.

"É uma conquista e uma sensação real de que esse grande pesadelo que a gente passou efetivamente está chegando ao final. A vacina é a grande saída dessa crise, não só do ponto de vista sanitário, mas no aspecto econômico", diz Paulo Serra (PSDB), prefeito de Santo André e presidente do consórcio.

Segundo Serra, os prefeitos da região sempre seguiram as recomendações das autoridades de saúde e a ciência. "E tinham em mente de que a vacinação deveria ser montada de maneira rápida e efetiva, e isso tem acontecido", afirma.

A cidade de Santo André é a que mais aplicou a primeira dose no ABC, com 77,9% da população elegível já vacinada. Em seguida vem Ribeirão Pires, com 74%, e São Caetano do Sul, com 72%.

Já se for levado em consideração o esquema vacina completo, quem lidera o ranking local é São Caetano, com 34,3% de pessoas já imunizadas. Ribeirão Pires aparece com 26,7%, seguida por Santo André, com 26,4%.

Segundo o presidente do consórcio, se o ritmo de vacinação se mantiver, a previsão é de que até a última semana de agosto,todas os moradores acima de 18 anos receberão pelo menos a primeira dose da vacina nas sete cidades.

"Nós, os municípios, somos aplicadores de vacinas e dependemos do envio de doses pelo governo federal e pelas secretarias estaduais, mas nesse ritmo e pelo que a gente tem acompanhado das entregas de vacinas, a gente deve conseguir na última semana de agosto o [índice de] 100% de vacinados com a primeira dose nas sete cidades", diz Paulo Serra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos