Rei Charles recebe presidente sul-africano em primeira visita de Estado

Rei Charles no Palácio do Buckingham

LONDRES (Reuters) - O rei Charles irá receber sua primeira visita de Estado desde a ascensão ao trono britânico ao receber o presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, no Palácio de Buckingham, na terça-feira.

Charles, de 74 anos, desempenhou um papel de liderança em muitas das visitas oficiais recentes por 112 chefes de Estado estrangeiros durante as sete décadas de reinado de sua mãe, a rainha Elizabeth, mas fará agora sua primeira cerimônia tradicional, com pompa e circunstância, em seu próprio reinado.

A última visita de Estado recebida por Elizabeth foi a do então presidente norte-americano Donald Trump e sua esposa Melania, em 2019.

Ramaphosa e sua esposa chegaram na segunda-feira, mas serão oficialmente recebidos pelo filho mais velho de Charles e herdeiro, o príncipe William, e sua esposa Kate, na manhã seguinte, no início oficial de sua viagem de dois dias.

A visita irá incluir boas vindas cerimoniais do rei e de sua esposa Camilla, a rainha consorte, e a procissão de carruagens ao longo da avenida conhecida como The Mall, até o Palácio de Buckingham, onde um grande banquete será realizado em homenagem ao presidente.

Ramaphosa também visitará a Abadia de Westminster para prestar homenagens à Tumba do Soldado Desconhecido e para ver a pedra memorial para o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela. Ele também irá se pronunciar a membros do Parlamento e se encontrará com o primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak.

(Reportagem de Michael Holden; reportagem adicional de Alistair Smout)