Rei da Holanda vai aposentar carruagem de ouro com imagem de negros escravizados

·2 min de leitura

O rei Willem-Alexander da Holanda anunciou nesta quinta-feira (13) que não usará mais a carruagem dourada da realeza. O veículo, utilizado pelos reis desde 1901, traz em sua lateral um painel com a imagem de homens negros ajoelhados diante de seus senhores brancos. A relíquia histórica estava no centro de um debate sobre as imagens da colonização e o racismo na sociedade holandesa.

Após uma renovação completa que durou cinco anos, a carruagem é hoje a peça central de uma controvérsia no país por conta de seus painéis decorativos. Do lado esquerdo, uma pintura sobre o período colonial representa negros escravizados ajoelhados diante de homens brancos e de uma mulher sentada no trono que representa a Holanda. Os negros entregam-lhe cacau e cana de açúcar.

Na declaração dada nesta quinta em um vídeo oficial, o rei disse considerar que a sociedade holandesa não está "pronta" para ver a carruagem, conhecida como "Gouden Koets", nas ruas novamente durante as cerimônias oficiais.

Não podemos reescrever o passado. Podemos tentar aceitá-lo juntos. Isto também se aplica ao passado colonial. A Gouden Koets só poderá ser usada quando a Holanda estiver pronta para isso. E esse não é o caso no momento. Enquanto houver pessoas vivendo na Holanda que sintam a dor da discriminação no cotidiano, o passado ainda lançará sua sombra sobre nosso tempo.

Rei Willem-Alexander

Colonização e racismo

Desde 2015, a luxuosa carruagem feita de madeira revestida por ouro não é utilizada pela família real holandesa, parada para reforma. Antes disso, o veículo dourado era usado pelos monarcas para irem a batizados, casamentos e outras grandes ocasiões.

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
ONU quer 'justiça de reparação' contra legado da escravidão e racismo sistêmico
Supremacia branca reduziu espaços de mobilidade social de negros, aponta historiadora
ONU denuncia racismo em Portugal: “identidade do país ainda está atrelada ao passado colonial”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos