Rei do futebol: Pelé fez seu último jogo aos 50 anos, na Itália; relembre

Após 14 anos de chuteiras oficialmente penduradas, o Rei Pelé entrou em campo no dia 31 de outubro de 1990 para jogar aquela que seria sua última partida. O jogo entre a seleção brasileira e os craques do resto do mundo era em comemoração aos 50 anos do maior jogador de futebol de todos os tempos e foi realizado no estádio Giuseppe Meazza, em Milão, na Itália.

Naquele amistoso comemorativo, o Rei jogou ao lado de um grupo de atletas comandado por Paulo Roberto Falcão - todos de clubes brasileiros. A equipe era formado por: Sérgio (Santos); Gil Baiano (Bragantino), Paulão (Cruzeiro), Adílson (Cruzeiro) e Leonardo (São Paulo); César Sampaio (Santos), Donizete Oliveira (Grêmio), Cafu (São Paulo) e Pelé; Charles (Bahia) e Rinaldo (Fluminense).

Do outro lado, uma seleção de jogadores de diversas nacionalidades. Um combinado que juntou atletas da elite do futebol da época, como Carlo Ancelotti, Hagi, Stoichkov, Marco Van Basten e Roger Milla. O time também contou com a participação de brasileiros, como João Paulo, atacante que à época jogava no Bari, da Itália; o zagueiro Júlio César e o meio-campista Alemão.

Embora fosse uma partida festiva, todos os atletas levaram o jogo com máxima seriedade. O próprio Pelé chegou a treinar com os jogadores da seleção visando confronto. O Rei jogou por 42 minutos e teve desempenho discreto, saindo ainda no primeiro tempo e dando lugar a Neto.

No final, quem levou a melhor foi o grupo de craques do resto do mundo que fizeram 2 a 1 sobre a seleção brasileira. Os gols foram do espanhol Michel e de Gheorghi,da Romênia, para a equipe internacional, e Neto, de falta, para o Brasil.