Reino Unido alerta para ameaça grave e iminente contra aeroporto de Cabul

·1 minuto de leitura
(Arquivo) Afegãos reunidos em estrada próxima ao aeroporto de Cabul em 20 de agosto de 2021

O secretário de Estado britânico das Forças Armadas, James Heappey, afirmou nesta quinta-feira (26) que existe uma ameaça terrorista "grave e iminente" no aeroporto de Cabul e que, por este motivo, recomenda aos cidadãos do país que não se aproximem do local.

"As informações obtidas ao longo da semana são cada vez mais sérias: fazem referência a uma ameaça iminente e grave", disse Heappey.

"É uma ameaça muito séria, muito iminente", insistiu.

O Reino Unido recomendou na quarta-feira que seus cidadãos não compareçam ao aeroporto de Cabul para deixar o Afeganistão, com um alerta para o risco elevado de "ataque terrorista".

"Não siga para o aeroporto internacional Hamid Karzai de Cabul", afirmou o ministério das Relações Exteriores em seu site.

"Há uma ameaça elevada e permanente de ataque terrorista", completa a nota.

Estados Unidos e Austrália emitiram avisos similares sobre a segurança no aeroporto, onde milhares de afegãos estão reunidos com a esperança de fugir do país, que está sob poder dos talibãs.

"Aconselho (os britânicos) a seguir as instruções do ministério das Relações Exteriores e procurar refúgio", completou Heappey, alertando que eles podem virar "alvos" de ataques.

O secretário afirmou que não pode revelar "detalhes sobre a ameaça exata".

De acordo com os dados divulgados na quarta-feira pelo ministério da Defesa, o Reino Unido retirou 11.474 pessoas do Afeganistão desde 13 de agosto, incluindo quase 7.000 afegãos.

cdu/dbh/zm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos