Reino Unido aprova uso da pílula Molnupiravir em pacientes com Covid-19

·1 min de leitura

LONDRES — O Reino Unido se tornou o primeiro país a aprovar o uso da pílula Molnupiravir em pacientes com Covid-19. Em comunicado divulgado nesta quinta-feira, a Agência Reguladora de Medicamentos (MHRA, na sigla em inglês) ressaltou que o medicamento é "seguro e eficaz para reduzir o risco de admissão hospitalar e morte em pessoas com Covid leve a moderada que sofrem um risco extra".

O tratamento desenvolvido pela Merck & Co Inc. — MSD no Brasil —, em parceria com a Ridgeback Biotherapeutics. Sequenciamento viral feito até agora mostrou que é ele é eficaz contra todas as variantes coronavírus, incluindo Delta, disse a fabricante.

Até o momento, os medicamentos indicados contra a Covid-19 são o remdesivir, antiviral infundido da Gilead Sciences Inc., e o esteróide genérico dexametasona, ambos geralmente administrados apenas quando o paciente já foi hospitalizado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos