Reino Unido diz à UE sobre acordo do Brexit: não era para sempre

·1 minuto de leitura
Bandeiras do Reino Unido e da União Europeia em Bruxelas, Bélgica

Por Guy Faulconbridge e Kate Holton

LONDRES (Reuters) - O secretário de Negócios do Reino Unido, Kwasi Kwarteng, disse nesta quinta-feira que a União Europeia tem sido inflexível na renegociação da parte da Irlanda do Norte do divórcio do Brexit e alertou Bruxelas que aquele não era um acordo que duraria para sempre.

"Um acordo é um acordo, mas não era algo que duraria para sempre", disse Kwarteng à emissora Sky. "Foi algo flexível e queremos que funcione de maneira mais suave."

"O Artigo 16... é algo que podemos fazer, para suspendê-lo, escolhemos não fazer isso, não é nossa posição de abertura e queremos poder negociar e ter uma conversa com a UE sobre a melhor maneira de progredir."

O Reino Unido requereu na quarta-feira que a UE aceitasse reescrever o protocolo da Irlanda do Norte sobre o comércio pós-Brexit envolvendo a província, apenas um ano depois dele ter sido acordado.

A UE imediatamente rejeitou esse pedido, dizendo que o Reino Unido precisa respeitar suas obrigações internacionais, e pontuou que isso havia sido negociado pelo primeiro-ministro Boris Johnson.

O protocolo foi uma parte essencial do acordo do Brexit, apoiado por Johnson, que finalmente selou o divórcio do Reino Unido da UE, quatro anos depois dos eleitores apoiarem-no em um referendo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos