Reino Unido garante cinco milhões de doses da vacina produzida pela Morderna

O GLOBO
·2 minuto de leitura
Agência O Globo
Agência O Globo

RIO - O Reino Unido garantiu nesta segunda-feira a compra de cinco milhões de doses da candidata à vacina produzida pela Moderna. A famarcêutica divulgou, horas antes do acordo, que o nível de eficácia do imunizante é de 94,5%.

O Brasil não tem, no momento, nenhum acordo com a farmacêutica Moderna para compra e distribuição do imunizante. Também não há voluntários brasileiros participando do teste.

Em julho, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou que o Brasil estava em negociações para uma possível compra com prioridade da candidata da farmacêutica. A reportagem aguarda um posicionamento do Ministério da Saúde para saber se as trativas seguem em curso.

As vacinas da Moderna, segundo o The Guardiam, poderão ser entregues ao Reino Unido a partir de março de 2021 se aprovadas pela agência regulatória de medicamentos do país. Assim, a Grã-Bretanha já garantiu 355 milhões de doses de candidatas às vacinas para Covid-19 somando seis diferentes marcas.

Esse número, inclui, por exemplo 100 milhões de doses da Universidade de Oxford e AstraZeneca, além de 40 milhões da vacina da Pfizer, que também divulgou ter alcançado 90% de eficácia.

— É um a excelente notícia o nível de 94,5% de eficácia. Embora enfatize que isso é preliminar, os dados de segurança são limitados e suas instalações de produção ainda não estão em escala — afirmou Matt Hancock, secretário de saúde, nesta segunda-feira ao anunciar o "princípio de acordo" com a farmacêutica.

A Moderna vai fornecer 100 milhões de doses aos EUA, que tem a opção opção de comprar mais 400 milhões. A comissão europeia tem um “contrato potencial de compra” para 80 milhões a 160 milhões de doses.

O Reino Unido, no entanto, decidiu em julho não participar do esquema de compra de vacinas da UE. O governo britânico entende que poderia fornecer a vacina mais rápido por conta própria.