Reino Unido homenageia soldados mortos em cerimônia minimalista

Jitendra JOSHI, Charlotte DURAND
·1 minuto de leitura
Homenagem aos soldados mortos, em Londres, em 8 de novembro de 2020
Homenagem aos soldados mortos, em Londres, em 8 de novembro de 2020

Políticos britânicos e membros da família real observaram dois minutos de silêncio neste domingo(08) para homenagear os soldados mortos nas guerras mundiais e seguintes, em uma cerimônia minimalista devido à pandemia. 

O país inteiro foi convidado a observar esses dois minutos às 11 horas, horário em que os canhões silenciaram em 11 de novembro de 1918, no final da Primeira Guerra Mundial. 

A tradicional cerimônia da coroa de flores no Cenotáfio no centro de Londres foi realizada sem público ou desfile de veteranos, devido ao ressurgimento da covid-19, que já causou mais de 49.000 mortes no Reino Unido. 

Os serviços para o "Domingo da Memória", celebrados a cada segundo domingo de novembro, ou em 11 de novembro, o aniversário do armistício de 1918, foram programados virtualmente ou drasticamente reduzidos neste ano. 

A Inglaterra entrou em um segundo bloqueio desde quinta-feira, limitando as interações sociais, e o governo pediu aos organizadores de eventos locais que "desencorajem o comparecimento do público".

jit-cdu/blb/mab/mb/jc