Reino Unido inicia nova fase de vacinação

·1 minuto de leitura
Trevor Cowlett, 88 anos, recebe a vacina Oxford/AstraZeneca contra a covid-19 no Hospital Churchill, em Oxford

Prestes a alcançar sua meta de vacinar 15 milhões de pessoas prioritárias contra o coronavírus, o Reino Unido inicia uma nova fase da campanha de vacinação com pessoas maiores de 65 anos.

País mais afetado da Europa com quase 117.000 mortes, o Reino Unido implementou uma campanha de vacinação em massa e o primeiro-ministro Boris Johnson anunciará em 22 de fevereiro seu plano para sair do terceiro confinamento instaurado no início de janeiro, após a aparição da variante britânica do vírus.

A partir de segunda-feira, as pessoas de entre 65 e 69 anos e as pessoas "clinicamente vulneráveis" começarão a ser vacinadas, disse neste domingo o serviço de saúde pública, o NHS, em nota.

"O programa de imunização continua a uma velocidade sem precedentes", afirmou o ministro da Saúde, Matt Hancock.

"Estamos prestes a oferecer a vacinação a todos que estão nos quatro grupos prioritários", acrescentou.

"Estamos determinados a manter o impulso e ampliá-lo ainda mais", concluiu.

As quatro categorias mencionadas - maiores de 70 anos, profissionais de saúde da linha de frente, funcionários e residentes de lares de idosos e os pacientes mais vulneráveis - representam 15 milhões de pessoas.

O Reino Unido tem 66 milhões de habitantes.

Segundo os últimos números estabelecidos na sexta-feira e publicados no sábado, 14.556.827 pessoas receberam uma primeira dose e 534.869 a segunda.

O jornal conservador Sunday Telegraph afirmou que o governo alcançou seu objetivo de proporcionar uma vacina a 14,9 milhões de pessoas no sábado, um dia antes do previsto.

spe/ia/zm/pc/aa