Reino Unido pede nova relação com UE e refinamento de acordo do Brexit

Guy Faulconbridge e Elizabeth Piper
·2 minuto de leitura
.

Por Guy Faulconbridge e Elizabeth Piper

LONDRES (Reuters) - O Reino Unido pediu na segunda-feira uma redefinição nas relações com a União Europeia e um refinamento de um acordo do Brexit abrangendo o comércio com a Irlanda do Norte, dizendo que a confiança foi quebrada quando Bruxelas tentou restringir o fornecimento de vacinas da Covid-19.

As relações entre Bruxelas e Londres, desgastadas por anos de negociações duras pelo Brexit entraram numa fase ainda pior no mês passado quando a UE ameaçou utilizar medidas emergenciais para impedir que vacinas contra o coronavírus fossem do bloco para a Irlanda do Norte.

Para evitar a criação de um fronteira dura na ilha da Irlanda, a Irlanda do Norte permaneceu no mercado comum da UE para bens estabelecidos no acordo do Brexit, o que criou efetivamente uma fronteira dentro do Reino Unido.

A UE rapidamente mudou sua posição em relação às vacinas, mas Londres espera capitalizar em relação ao deslize para conseguir mudanças no acordo do Brexit, pois as novas regras causaram interrupções no comércio britânico com a Irlanda do Norte.

"Foi um momento em que a confiança ruiu, quando prejuízo foi feito e onde é necessário um movimento para garantir que tenhamos um 'reset' apropriado", disse Michael Gove, que está encarregado de implementar o acordo de separação, a um comitê parlamentar.

Ao criticar o cerne do projeto da UE, Gove reprimiu o bloco por colocar seus membros acima das pessoas da Irlanda do Norte ao aumentar a probabilidade de checagens de vacinas na fronteira - algo que Bruxelas há muito diz querer evitar.

"Se as pessoas colocarem um tipo de teologia integracionista acima dos interesses do povo da Irlanda do Norte, elas não estão servindo a causa da paz e do progresso na Irlanda do Norte, e essa é a minha principal preocupação. A caixa de Pandora foi aberta e isso é preocupante (...) quem sabe quais cavalos de Troia sairão dali", disse Gove.