Reino Unido será 'pilar da Otan' por gerações, diz primeiro-ministro

O novo primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, disse nesta terça-feira (8) que o Reino Unido seguirá sendo "um pilar da Otan" por "gerações" e anunciou novas ajudas ao exército ucraniano, antes de receber o chefe da Aliança Atlântica.

Na quarta-feira, Jens Stoltenberg será o primeiro líder internacional recebido em Downing Street pelo chefe de governo conservador desde que assumiu o cargo no final de outubro.

De acordo com os serviços do premiê, os dois discutirão o apoio à Ucrânia frente à Rússia e a modernização da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

"Estou determinado para que o Reino Unido siga sendo um pilar da Otan para as gerações futuras", afirmou Sunak em um comunicado. "Mas diante dos desafios futuros, devemos evoluir como aliança para nos mostrar à altura (...) da ameaça de nossos adversários. Também devemos continuar apoiando o povo ucraniano em sua resistência à brutalidade de [Vladimir] Putin."

O Reino Unido tem sido um dos mais fortes apoiadores de Kiev diante da invasão russa e Sunak prometeu manter essa linha.

Na noite de terça-feira, ele anunciou que os britânicos enviariam equipamentos adicionais para enfrentar o frio, incluindo roupas e 150 barracas climatizadas.

gmo/vg/clr/jvb/ic