Reino Unido substituirá Ucrânia como sede do Eurovision-2023

O Reino Unido entrou em acordo com a Ucrânia, vencedora do Eurovision deste ano, para substituí-la como sede e organizador da próxima edição do concurso, devido à invasão russa, anunciou o governo britânico nesta segunda-feira(25).

A BBC informou que o concurso vai celebrar uma grande parte da "cultura e legado da Ucrânia".

O ministro ucraniano de Cultura, Oleksandre Tkatchenko, afirmou ter "recebido a garantia" de que o Eurovision será organizado "em nome da Ucrânia", com a participação da emissora ucraniana e de seus apresentadores.

O grupo audiovisual público britânico, que transmite o Eurovision desde 1956, lançará nesta semana o processo de seleção da cidade anfitriã.

Também ficou definido que a Ucrânia estará automaticamente classificada para a final do próximo ano.

Grande favorita, a Kalush Orchestra venceu em maio a final do concurso com a canção "Stefania", uma mistura de hip hop e música tradicional, uma vitória muito simbólica em plena invasão russa. O britânico Sam Ryder conquistou o segundo lugar com "Space Man".

A última vez que o Reino Unido sediou um Eurovision foi em 1998, em Birmingham.

gmo/js/sg/mab/eg/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos