Relatório final da CPI da Pandemia deverá ser apresentado até sexta-feira (24)

·2 minuto de leitura
Na imagem, o relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
O relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • Relatório final da CPI da Pandemia deverá ser apresentado até a próxima sexta-feira (24)

  • Senadores ainda debatem se os trabalhos da CPI deverão ser encerrados agora em setembro

  • Senadores têm se reunido com juristas para elaborar o parecer final

O relatório final da CPI da Pandemia deverá ser apresentado até a próxima sexta-feira (24). Esta foi a previsão dada pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), responsável pelo parecer.

Ainda de acordo com o relator da comissão, no mesmo dia de apresentação do documento, haverá uma cerimônia de homenagem às vítimas da covid-19 no Brasil.

Os senadores ainda debatem se os trabalhos da CPI deverão ser encerrados agora em setembro ou se deverão continuar nas próximas semanas tendo em vista, por exemplo, as novas revelações feitas sobre a empresa Prevent Senior.

Leia também:

Nesta semana, estão previstos os depoimentos do Controlador-Geral da União, ministro Wagner Rosário, na terça-feira (21), e de Pedro Benedito Batista Júnior, na quarta-feira (22), que é diretor-executivo da Prevent Senior.

Prevent Senior na mira da CPI

<p>Em entrevista ao Yahoo! Notícias, o presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), falou sobre como serão os trabalhos da comissão nas próximas semanas, com o aprofundamento das revelações já feitas até o momento, e também sobre o cenário político do país diante das declarações e atitudes do presidente Jair Bolsonaro e de seus apoiadores.</p>
Em entrevista ao Yahoo! Notícias, o presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM), falou sobre como serão os trabalhos da comissão nas próximas semanas, com o aprofundamento das revelações já feitas até o momento, e também sobre o cenário político do país diante das declarações e atitudes do presidente Jair Bolsonaro e de seus apoiadores.

Mesmo com depoimento marcado, o diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Batista Júnior, não compareceu à audiência da CPI da Pandemia na última quinta-feira (16).

Em nota, a empresa informou que recebeu o e-mail de convocação do diretor no final da tarde de quarta-feira (15) e que encaminhou a mensagem para a defesa do executivo. Os advogados argumentam, porém, que não haveria "tempo hábil" para realização da oitiva.

Segundo a nota, "de acordo com o artigo 218 (parágrafo segundo) do Código de Processo Civil, o prazo mínimo para atender a uma convocação desta natureza é de 48 horas".

Contribuições de juristas

Os senadores da comissão têm se reunido com diversos grupos de juristas para a elaboração do relatório final.

Na semana passada, o jurista Miguel Reale Júnior, um dos autores do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff que lidera um grupo de especialistas, entregou à CPI uma lista dos crimes que teriam sido cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos