Relembre atores da novela 'O clone' que morreram nos últimos 20 anos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Quem acompanhar a novela "O clone", reprisada no "Vale a pena ver de novo", sentirá uma grande nostalgia ao rever atores consagrados que não estão mais vivos. O folhetim, que foi ao ar originalmente em 2001, tem no elenco Sérgio Mamberti, Eduardo Galvão, Ruth de Souza e outros artistas. Confira abaixo:

Sérgio Mamberti

O ator participou da novela de Gloria Perez como o Dr. Vilela, um cientista do Conselho de Medicina. Reconhecido por papéis de destaque na TV, Mamberti, de 82 anos, morreu em 2021 de falência múltipla dos órgãos após ficar intubado por uma semana.

Eduardo Galvão

O ator foi o Alex de "O Clone" e, aos 58 anos, foi uma das vítima da Covid-19 em 2020. Sempre lembrado pelos amigos pelo bom humor e o sorriso, Eduardo estrelou dezenas de novelas na Globo, como “O salvador da pátria”, “A viagem”, “Despedida de solteiro”, “Paraíso tropical” e “Porto dos milagres”, entre outras. Seu trabalho mais recente na TV foi em “Bom sucesso”, em 2019.

Ruth de Souza

Pioneira na TV, no teatro e no cinema, Ruth de Souza interpretou Dona Mocinha em "O clone". A personagem era mãe de Deusa (Adriana Lessa) e avó de Léo (Murilo Benício). Em 2019, a respeitada artista morreu aos 98 anos após uma pneumonia.

João Carlos Barroso

Intérprete de Severino, João Carlos Barroso morreu em 2019, aos 69 anos, no Rio, devido a um câncer no pâncreas. Seu trabalho mais recente na TV foi em 2016 na novela “Sol nascente”, em que interpretou o delegado Mesquita.

Caio Junqueira

Pedrinho em "O clone", o ator morreu aos 42 anos em 2019, após sofrer um grave acidente de carro no Aterro do Flamengo, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Guilherme Karam

O ator era Raposão em "Clone", um dono de ferro-velho vigarista que vive de pequenas trapaças. O artista, que cativou público e amigos fieis com seu humor e generosidade, morreu aos 58 anos em 2016. Seu último trabalho foi “América’’ (2005). Depois, ele foi obrigado a se retirar de cena por conta de uma doença degenerativa, a síndrome de Machado-Josep, que faz a pessoa perder a capacidade motora. A enfermidade tirou a vida de Karam a vida, depois de dois anos de internação no Hospital Naval Marcílio Dias, em Lins de Vasconcellos.

Sebastião Vasconcelos

Em "O clone", o ator era Abdul, tio de Said (Dalton Vigh), Mohamed (Antonio Calloni) e Nazira (Eliane Giardini), extremamente conservador e defensor das tradições. Sebastião Vasconcelos morreu em 2013, aos 86 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Ele estava internado com enfisema pulmonar e pneumonia e tinha Mal de Parkinson.

Mara Manzan

Um dos papéis de maiores destaques da carreira de atriz foi Odete, de "O clone", dona do bordão “Cada mergulho é um flash”. Na novela, a personagem era uma engolidora de fogo que se casa com Edvaldo (Roberto Bonfim) e mãe de Karla (Juliana Paes). A atriz morreu aos 57 anos com falência pulmonar em 2009.

Perry Salles

A última novela do ator foi “O clone” (2001), como Mustafá. Na trama, ele era primo de Mohamed (Antonio Calloni), Said (Dalton Vigh) e Nazira (Eliane Giardini) e acaba caindo nas malhas da personagem de Giardini, com quem vive uma história tumultuada. Ex-marido de Vera Fischer, ele não resistiu a um câncer no pulmão e morreu no apartamento da atriz em 2009.

Mário Lago e Beatriz Segall

Mário Lago e Beatriz Segall fizeram uma participação em "O clone", interpretando Dr. Molina e Miss Penélope Brown, personagens de Barriga de Aluguel (1990). O último papel na TV de Lago foi a novela de Gloria Perez. TV. Nesse período, ele já sofria de um enfizema pulmonar e precisava aspirar oxigênio nos intervalos das gravações. Ele morreu em 2002, vítima de um edema pulmonar.

Já a intérprete da vilã Odete Roitman, de “Vale tudo” que morreu em 2018, aos 92 anos, em decorrência de problemas respiratórios. A atriz deixou sua marca na galeria das maiores malvadas da teledramaturgia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos