Renúncia após protestos

O primeiro-ministro Abdullah Hamdok anunciou sua demissão do cargo na noite de domingo. A renúncia ocorre dois meses após o golpe de Estado militar no país e depois de dias de uma repressão violenta que deixou mortos e feridos no país africano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos