Renan Calheiros: 'Bolsonaro copia o nazismo'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Senador Renan Calheiros (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Senador Renan Calheiros (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) disse nesta quinta-feira (26) que o presidente Jair Bolsonaro (PL) “copia o nazismo na mentira”, na “militarização”, em “culpar a esquerda pelos fracassos”, ao “perseguir minorias” e “aplaudir o extermínio e a matança”.

No Twitter, o congressista comentou a morte de Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, que foi imobilizado por policiais da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e colocado no porta-malas de uma viatura. Ele morreu de asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda.

Na publicação, Calheiros também citou a operação policial na Vila Cruzeiro, zona Norte do Rio de Janeiro, que matou ao menos 23 pessoas. A ação aconteceu na terça (24).

“O que faz PRF em operações de fuzilamento no RJ e execuções com gás em SE? Os nazistas não passarão”, afirmou Calheiros.

Bolsonaro chegou a parabenizar a ação na Vila Cruzeiro —a terceira mais letal da história recente da região metropolitana do Rio de Janeiro. Ele também criticou os especialistas em segurança pública que apontaram erros na operação dizendo que eles omitem as informações sobre o perfil dos mortos com o intuito de "demonizar aqueles que arriscam suas vidas por nós".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos