Renan inclui Ricardo Barros, líder do governo Bolsonaro, na lista investigados da CPI

·1 minuto de leitura
BRASILIA, DF, 12.08.2021: RICARDO-BARROS - O deputado Ricardo Barros (PP-PR) presta depoimento aos senadores da Comissão que investiga os atos do governo durante a Pandemia da Covid-19. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
BRASILIA, DF, 12.08.2021: RICARDO-BARROS - O deputado Ricardo Barros (PP-PR) presta depoimento aos senadores da Comissão que investiga os atos do governo durante a Pandemia da Covid-19. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), informou ao chegar para a sessão da comissão nesta quarta-feira (18) que incluiu o líder do governo Bolsonaro na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), entre os investigados formais do colegiado.

"Nós estamos agregando o deputado Ricardo Barros aos nomes já investigados em função dos óbvio indícios de sua participação nessa rede criminosa que tentava vender vacina através de atravessadores", disse o senador.

O relator afirma que existe um "conjunto da obra", em relação aos indícios já obtidos pela comissão sobre a participação de Barros em negociações. Disse que a CPI tem informações de outros negociadores de vacinas que trataram com Ricardo Barros e que depois foram encaminhados ao ex-diretor de logística, Roberto Ferreira Dias, exonerado após a Folha de S.Paulo publicar denúncia de que ele teria pedido propina de US$ 1 por dose de vacina.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos