Renata Fan vibra com Inter e manda recado a Renato: "Vai chorar na cama que é lugar quente"

Colorada fanática, a apresentadora da Band Renata Fan condenou a postura do técnico gremista Renato Portaluppi no Gre-Nal (reprodução/Band)

A apresentadora Renata Fan iniciou com muita alegria o programa Jogo Aberto, da Band, nesta segunda-feira (10), graças à vitória do seu Internacional no Gre-Nal, por 1 a 0, resultado que valeu a manutenção da liderança do Campeonato Brasileiro. Com direito ao uso mais uma vez de vestido vermelho decotado, que ali definiu como o vestido da sorte, a colorada fanática vibrou com o fim de semana favorável.

Você já viu o novo app do Yahoo Esportes? Baixe agora!

“Como é bom continuar líder, continuar no topo da tabela, do mundo, do futebol. Quem diria? Eu tô tão feliz. Que final de semana, meu namorado (Átila Abreu) ganhou na Stock Car [etapa de Cascavel/PR], o Inter ganhou do Grêmio, é líder”, celebrou ela.

“Não ganhamos nada ainda, mas ganhamos respeito, ganhamos um clássico, permanência na liderança, ganhamos um time que acredita, uma torcida que tá simplesmente maravilhosa”, completou.

Mas a apresentadora também falou sério na atração, reprovando a postura do treinador do Grêmio Renato Portaluppi na confusão entre os rivais, por tentar ir ao vestiário colorado. “Tava locão, era aniversário dele, perdeu a cabeça. Ele fala que não sabe perder, só que é o seguinte: eu já vivi essa fase de ganha, ganha, ganha, se acostuma só com a vitória, com o topo, com títulos, mas um dia a maré pode virar e você tem que se se preparar para isso.”

“Tem uma palavra que falei para um amigo meu são-paulino que é importante: humildade. Sabe por quê? O Inter eu nem sei se vai ganhar o Brasileirão. Tá bem na parada, está líder, mas não sei se será o primeiro lugar, mas tem que ser respeitado. Faz uma bela campanha, veio da Série B, ganhou um clássico, a torcida apoiou, acreditou, os jogadores se doaram, foram honestos em campo”, acrescentou Renata.

De quebra, mandou um recado ao técnico gremista: “Renato, vai chorar na cama que é lugar quente. Sério, vai comemorar o seu aniversário, vai pensar na sequência, você tem uma Libertadores aí que pode ganhar. Tá preocupado por quê, gente? Um dia é o da caça e o outro do caçador e a vida segue.”

O companheiro de Jogo Aberto, Denilson, também condenou a atitude do treinador. “O que o Renato Gaúcho foi fazer no vestiário do Internacional? Acabou o jogo, irmão, vai para o vestiário”, comentou na atração.

O programa também fez referência à súmula do árbitro Péricles Bassols sobre a confusão no Gre-Nal. Nela, o apitador citou xingamentos do meio-campista gremista Maicon aos atletas colorados e a tentativa do técnico Renato Portaluppi de entrar no vestiário do Beira-Rio. “O técnico do Grêmio Renato Portaluppi saiu de dentro do seu vestiário, atravessou a zona mista e tentou adentrar ao vestiário do Inter, gerando novo conflito entre dirigentes e seguranças de ambas equipes”, afirmou no documento do jogo que pode gerar denúncia dos envolvidos no STJD.

Leia mais:
– As experiências dos brasileiros no futebol da África
– Bayern já se vestiu de Brasil para espantar tabu
– Brasileirão tem menor média de gols em 28 anos