Renata Sorrah sofrerá etarismo em "Vai na Fé" com atriz amargurada: "Não tem filtro"

Novela das sete estreia na TV Globo nesta segunda-feira (16)

Renata Sorrah em
Renata Sorrah em "Vai na Fé". Foto: Manoella Mello/Globo

Resumo da Notícia:

  • Renata Sorrah aborda etarismo em "Vai na Fé" no papel de atriz

  • Eterna Nazaré vira empresária do filho e amargura fama antiga

  • Atriz nega ser vilã na trama: "É uma mulher sem noção"

Renata Sorrah volta às novelas da TV Globo na grade das sete com uma personagem cheia de nuances. Em "Vai na Fé", que estreia nesta segunda-feira (16), a atriz de 75 anos vive Wilma, uma celebridade das antigas, frustrada com a atuação por conta da idade e empresária do filho Lui Lorenzo (José Loreto).

Em entrevista coletiva, a veterana das telas adiantou alguns detalhes de seu papel na trama de Rosane Svartman. "Ela tinha uma relação com o Fábio, que era o cara que era super apaixonada, misturando romance de novela com vida real. Ele era casado, ela deu um golpe da barriga, ficou grávida e ele separou dela", iniciou ao introduzir o drama de Wilma.

Mãe solo e fora das telinhas, a artista concentrou as forças na carreira do herdeiro artista. "Ela não virou uma estrela do passado, medicada no quarto, só lembrando. O que salvou ela foi o filho dela. Ele trabalhando, sendo um cantor e ela foi ser empresária dele", explicou.

Etarismo

O detalhe é que Wilma perde o posto de estrela da TV e teatro a partir da maturidade. De acordo com Sorrah, a personagem sofre preconceito na carreira por conta da idade avançada e acaba até praticando o comportamento com a nova geração.

"Veio aí a coisa do etarismo, ela não pôde continuar porque achavam que ela estava velha. Ela queria fazer o papel da Jade [de O Clone], mas Giovanna Antonelli pegou o papel dela", contou a atriz.

No entanto, ela não toma consciência do que sofreu e julga a escalação da dançarina de Lui Lorenzo, que tem por volta de 40 anos, pelo fato da idade. “Em vez de ter aprendido, ela julga a Sol como velha. Ela sofreu isso e pratica etarismo com a Sol”, adiantou.

Renata Sorrah em
Renata Sorrah em "Vai na Fé". Foto: Ellen Soares/Globo

Renata x Wilma

Embora Wilma tenha sido uma atriz premiada nos tempos de sucesso, Renata garantiu que não se espelha na personagem por conta de sua personalidade.

“Achava que ela era parecida comigo, mas eu não sou essa mulher que ela virou. Ela não é parecida comigo, não tem nada a ver comigo. Ela era carreirista, querendo ser celebridade, competindo com as colegas, contando número de falas e querendo ser estrela”, declarou.

É vilã?

Conhecida pela eterna Nazaré, de "Senhora do Destino", uma das maiores vilãs da televisão brasileira, Renata descarta ser uma nova megera na novela global. "Ela não tem filtro. Ela fala barbaridades. Mas, de uma coisa eu tenho certeza, ela não é uma vilã. Desde a primeira vez que eu li eu vi que não é uma vilã característica da dramaturgia. É uma mulher sem noção. Isso ela é. Fala as coisas sem filtro e é grossa às vezes”, concluiu.