Renatinho Bokaloka: entenda as causas de infarto em pessoas jovens, como o cantor

Renato Cesar Alves de Oliveira, conhecido por Renatinho Bokaloka, de 48 anos, vocalista do grupo de pagode Bokaloka, morreu nesta quinta-feira vítima de um infarto. O cantor fazia um show no Bar do Zeca, na Zona Oeste do Rio, quando passou mal. Segundo seu empresário, ele estaria com uma artéria entupida. O artista chegou a ser levado para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, mas não resistiu.

'Janeiro seco': conheça os benefícios de interromper o consumo de álcool por um mês

'Estava parando de funcionar’: jovem sente dores no estômago e descobre que só tinha 16% de coração

Esta é a segunda vez em sete meses que o cantor passa mal: em maio do ano passado, ele sentiu fortes dores no peito durante uma turnê em Paris e foi levado para uma unidade de saúde na capital francesa. Na ocasião, Renatinho passou por um procedimento para a colocação de stents.

O que é o infarto?

O infarto do miocárdio, ou ataque cardíaco, é a morte das células de uma região do músculo do coração por conta da formação de um coágulo que interrompe o fluxo sanguíneo de forma súbita e intensa. Normalmente acontece em pessoas idosas, porém, apesar de raro, é cada vez maior a presença da condição em pessoas mais jovens, como é o caso de Renatinho.

Quais são as causas do infarto em jovens?

O infarto em jovens pode ocorrer por conta de alterações genéticas ou congênitas, mas não de forma hereditária. O risco pode aumentar em pessoas com fatores de risco para doenças do coração, como tabagismo, obesidade, e pressão alta. Doenças como diabetes e hipertensão também são alguns fatores de risco, os quais precisam ser tratados e investigados para prevenir o infarto em jovens.

Em São Paulo: laboratório identifica primeiro caso brasileiro da XBB.1.5, a variante mais transmissível da Covid-19

Um dos aspectos mais agravantes é que, na população jovem, o infarto miocárdico costuma ser fulminante, ou seja, mata nas primeiras horas, sem muitas possibilidades de salvamento ou tratamento complementar. Isso acontece porque as placas de gordura mais novas oferecem mais risco.

Quais são os sintomas do infarto?

Os sintomas de um ataque cardíaco nos jovens são diferentes dos que acometem os pacientes com idades avançadas: Eles são mais exuberantes, que surge como uma pressão ou queimação na região do tórax, chamada de dor torácica típica. Também pode ocorrer dor no peito irradiando para os braços, mandíbula, queixo e até mesmo costas.

A sudorese fria (suor em excesso), mal estar, náuseas e vômitos também podem ser sintomas importantes do infarto.

Colesterol alto: cardiologista elenca os quatro piores alimentos para o problema

Os médicos afirmam que um dos principais problemas do infarto é que metade deles são silenciosos, ou seja, não apresentam qualquer sinal. E a maioria das pessoas desconhece os sintomas da condição, o que faz com que a incidência entre os mais jovens aumente drasticamente.

O mais importante nos casos de infarto é o tempo decorrido do início dos sintomas até a desobstrução da artéria. Quanto maior esse intervalo, maiores são as chances de sequelas e morte.

Como prevenir o infarto?

A mudança na qualidade de vida é o principal meio de prevenção do infarto em jovens. Evitar consumir álcool e cigarro, praticar exercícios físicos e ter uma alimentação balanceada. Estima-se que o ataque cardíaco pode ser reduzido em até 33% em pessoas jovens que param de fumar.

A mudança de rotina vale tanto para a prevenção quanto para quem está se recuperando de um ataque cardíaco.

Disfunção erétil: cientistas chineses criam pênis 'biônico' que promete ser usado contra a condição

Além dos citados acima, ter uma boa qualidade do sono, evitar estresses do cotidiano, como do trânsito ou do trabalho, manter os índices de colesterol e a pressão arterial sob controle, também são algumas formas que possam ser adotadas para evitar o infarto.