Renault anuncia volta de modelo clássico em versão elétrica

Renault deverá produzir cerca de 400 mil carros elétricos por ano até 2025 (Getty Creative)
Renault deverá produzir cerca de 400 mil carros elétricos por ano até 2025 (Getty Creative)
  • Lançamento faz parte de um objetivo da Renault, que pretende ter a gama mais verde da Europa até meados desta década

  • No ano passado, a montadora francesa apresentou um conceito chamado AIR4, que se tratava de uma homenagem ao Renault 4 original

  • Renault 4 e Renault 5 darão início a um conjunto de elétricos inspirados nos modelos icônicos da marca

A Renault anunciou que criará uma versão elétrica do saudoso Renault 4, modelo que foi produzido durante 31 anos e com mais de oito milhões de unidades vendidas. Ele foi projetado em resposta ao Citroen 2CV para fornecer transporte simples, prático e barato para o crescente número de proprietários de carros na década de 1960.

A carroceria é uma clara homenagem ao Renault 4 original, mas com faróis de LED e uma aparência mais arredondada.

O lançamento faz parte de um objetivo da Renault, que pretende ter a gama mais verde da Europa até meados desta década, com mais de 65% da sua oferta será totalmente elétrica ou eletrificada. A marca afirma ainda que até 90% de seus modelos serão puramente elétricos até 2030.

No ano passado, a montadora francesa apresentou um conceito chamado AIR4, que se tratava de uma homenagem ao Renault 4 original, por ocasião do 60º aniversário de sua primeira aparição.

A estimativa é que o novo Renault 4 irá se juntar ao modelo Renault 5, que será lançado em um futuro próximo. Os dois veículos darão início a um conjunto de elétricos inspirados nos modelos icônicos da marca.

A pelo menos um anos, a Renault anunciou a criação da Renault ElectriCity, que deverá produzir cerca de 400 mil carros elétricos por ano até 2025. Para isso, foram feitos acordos com outras três unidades de produção da região de Hauts-de-France, na França. As informações são do Valor Econômico.

Além dos carros elétricos, a companhia instalará um centro de treinamento e uma universidade na unidade, que fica ao norte do país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos