Renda dos mais pobres cai à metade desde 2012. Entre os mais ricos, perda foi de 7%

Nos últimos nove anos, os brasileiros, de todas as faixas de renda, empobreceram. Mas a perda foi muito maior entre os mais pobres. Na base da pirâmide social, entre os 5% mais pobres, a renda foi reduzida em 48%, ou praticamente à metade.

E a perda foi significativa na virada de 2020 para 2021, uma queda de 33,9% em apenas um ano, muito por efeito do aumento da inflação e da redução nos valores pagos de Auxílio Emergencial.

Assim, as famílias mais pobres, que ganhavam em média R$ 75 mensais em 2012, viram este valor encolher para R$ 59 em 2020 e, depois, para apenas R$ 39 no ano passado.

Na outra ponta, o 1% mais rico da população brasileira teve perda de renda de só 6,9% desde 2012. Essas famílias ganhavam R$ 17.128 naquele ano, viram seu rendimento cair para R$ 17.033 em 2020 e, depois, para R$ 15.940 no ano passado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos