Rendez-vous: Sugestões Culturais na Europa

A "Tate Modern", em Londres, apresenta a maioria das obras-primas de Paul Cézanne.

São 80 pinturas que sublinham a ligação entre o impressionismo e a arte abstrata, na transição entre os séculos XIX e XX. Cézanne derrubou códigos e influenciou muitos artistas. Picasso falava dele como o “pai” de todos os pintores.

As obras de outro grande mestre deste período estão em exposição em Roma. Um autorretrato restaurado abre a exposição "Van Gogh" no Palácio Bonaparte.

A retrospetiva, que marca os 170 anos do aniversário do nascimento do artista holandês, segue a sua carreira, desde o período nos Países Baixos, até Arles e Provença, em França, e a passagem por Paris.

No Museu Thyssen, em Madrid, há uma exposição dedicada à vanguarda ucraniana do início do século passado, São várias dezenas de quadros que foram retirados de Kiev desde o início da guerra

Na base desta exposição. A ideia de que A única forma de preservar um património artístico nacional e universal é evitar que acabe debaixo dos escombros.