República Dominicana está em alerta com aproximação de tempestade tropical Elsa

·1 minuto de leitura

Por Ezequiel Abiu Lopez e Kate Chappell e Nelson Acosta

SANTO DOMINGO (Reuters) - Os ventos de Elsa enfraqueceram ligeiramente neste sábado, quando a tempestade no Caribe atingiu o Haiti e a República Dominicana, onde residentes ameaçados por fortes enchentes estavam sendo retirados de suas casas.

O Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC, na sigla em inglês) informou que uma aeronave mediu ventos máximos sustentados de 110 km/h. Isso rebaixou Elsa para uma tempestade tropical, ante classificação anterior de furacão, que tem ventos de pelo menos 121 km/h.

Elsa estava a cerca de 70 km ao sul da ilha dominicana de Isla Beata às 12h (de Brasília), de acordo com o NHC.

Na República Dominicana, as autoridades retiraram de suas casas pessoas que viviam perto de rios e riachos na província costeira de Barahona, pois havia previsão de enchentes severas.

A capital Santo Domingo também estava sob alerta extremo de inundação. Grupos de emergência disseram ter 2.500 centros prontos para pessoas desabrigadas.

O Haiti, que registrou 31 mortes durante a passagem do furacão Laura em agosto, não ordenou retirada de pessoas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos