Repasse de R$ 50 mil a esposa de Ribeiro é legal e referente a carro, diz advogado

Milton Ribeiro foi preso pela Polícia Federal na última quarta-feira (22) (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)
Milton Ribeiro foi preso pela Polícia Federal na última quarta-feira (22) (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

O advogado de Milton Ribeiro, Daniel Bialski, confirmou que a transação de R$ 50 mil feita pelo pastor Arilton Moura para a mulher do ex-ministro foi feita. No entanto, segundo o advogado, a transferência é lícita e se trata da venda de um carro, no valor de R$ 60 mil.

“Não há qualquer tipo de irregularidade ou ilicitude nessa negociação”, disse Daniel Bialksi, em entrevista à GloboNews.

Bialski explicou que o pastor comprou um carro da esposa de Milton Ribeiro para dar a filha. A transação aconteceu em fevereiro desde ano. De acordo com o advogado, há o documento de transferência, que foi assinado e registrado nos órgãos de trânsito.

O escândalo do 'Bolsolão do MEC'

O valor total do carro era de R$ 60 mil e, por isso, R$ 50 mil foram depositados na conta da esposa do ex-ministro. O advogado afirmou que o valor restante foi repassado de outra forma.

Ao mesmo tempo, Bialski admitiu que ainda não teve acesso aos autos do processo e também não sabe qual foi a motivação da prisão. Segundo a jornalista Andréia Sadi, da TV Globo, a linha de defesa havia sido combinada com aliados de Ribeiro no governo federal.

A gestão de Milton Ribeiro no MEC

Milton Ribeiro foi preso na última quarta-feira (22), acusado de envolvimento em um esquema de tráfico de influência no Ministério da Educação. Arilton Moura, pastor que fez a transferência para a esposa do ex-ministro, também foi preso na operação da Polícia Federal.

Ribeiro passou a noite na carceragem da Polícia Federal em São Paulo e, hoje, deve passar por audiência de custódia, por meio de videoconferência, às 14h.

As repercussões da prisão do ex-ministro

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos