Representante da Venezuela interrompe entrevista coletiva de Almagro

Washington, 20 mar (EFE).- A representante venezuelana perante a OEA, Carmen Luisa Velásquez, interrompeu nesta segunda-feira a entrevista coletiva do secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, com Lilian Tintori e Patricia de Ceballos, esposas de políticos presos na Venezuela.

Carmen Luisa fez o ato de protesto antes do início da audiência, e acusou Almagro de "proselitismo". Ela também anunciou que pedirá ao Conselho Permanente consultas com os 34 Estados-membros para analisar a conduta "deplorável" do secretário da OEA. EFE