Republicano faz discurso de 4 horas e adia votação de pacote de Biden

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  17-06-2014, 10h00: O vice presidente americano Joe Biden durante declaração à imprensa na Embaixada Americana em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 17-06-2014, 10h00: O vice presidente americano Joe Biden durante declaração à imprensa na Embaixada Americana em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A votação do pacote social de US$ 1,75 trilhão do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, foi adiado após o líder da minoria republicana na Câmara, Kevin McCarthy, fazer discurso tortuoso que durou mais de 4 horas.

A votação foi originalmente agendada para quinta-feira (18) à noite após o Congressional Budget Office (CBO), um árbitro apartidário, divulgar uma avaliação de custo do projeto, de acordo com as demandas de ala dos representantes democratas.

Mas a votação foi adiada para manhã desta sexta-feira (19), devido à fala de McCarthy, que usou uma grossa pasta de comentários preparados previamente para sustentar sua intervenção por mais de quatro horas, às vezes gritando sobre os democratas na Câmara, que criticaram abertamente sua obstrução.

"Já estou farto. A América está farta", disse McCarthy em seu discurso, que catalogou uma lista de queixas republicanas, algumas relacionadas ao projeto de lei e outras não.

McCarthy foi ocasionalmente interrompido por democratas, que estavam tentando fazer avançar o projeto de lei de investimento doméstico de Biden de US $ 1,75 trilhão.

A deputada democrata Alexandria Ocasio-Cortez descreveu em um vídeo postado nas redes sociais como "um dos piores discursos e de menor qualidade" que ela já viu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos