Republicanos 'envenenam' democracia ao negar vitória de Biden, diz senador democrata

·2 minuto de leitura
"Os republicanos 'envenenam' a democracia ao negar a vitória de Biden"
"Os republicanos 'envenenam' a democracia ao negar a vitória de Biden"

O principal senador democrata dos Estados Unidos advertiu nesta quinta-feira (12) seus colegas republicanos que eles estão "envenenando" a democracia ao se recusarem a reconhecer a vitória de Joe Biden sobre o presidente Donald Trump na eleição da semana passada.

"Acabamos de ter uma eleição presidencial acirrada e dividida", disse o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer.

“Mas em vez de trabalhar para unir o país e combater nosso inimigo comum, a covid-19, os republicanos no Congresso estão espalhando teorias da conspiração, negando a realidade e envenenando a fonte de nossa democracia”, observou ele.

Cinco dias depois que todos os principais meios de comunicação americanos declararam Biden o vencedor com base nos resultados oficiais, Trump ainda não admite que perdeu, em uma ruptura histórica com os costumes tradicionais da política americana.

Poucos republicanos parabenizaram publicamente Biden, que foi membro do Senado por décadas, aumentando assim o sentimento de polarização em Washington.

Mas vários legisladores republicanos, incluindo o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, apoiaram Trump, que promoveu uma enxurrada de ações judiciais iniciadas pelo partido para contestar a votação.

Schummer afirmou que os republicanos estão fazendo acusações de fraude sem evidências plausíveis de irregularidades substanciais.

"Os republicanos no Congresso estão questionando deliberadamente nossas eleições por nenhuma outra razão além do medo de Donald Trump", acrescentou o líder democrata no Senado em uma entrevista coletiva no Capitólio.

De acordo com analistas, esta poderia ser uma estratégia para mobilizar a base política de Trump antes de duas eleições de segundo turno para as duas cadeiras do Senado que vão para o estado da Geórgia, que vão determinar qual partido controlará a Câmara Alta no futuro.

A presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, a principal democrata no Congresso, pediu aos republicanos que parem com seu "circo absurdo" e voltem sua atenção para o combate à pandemia e não para a vitória eleitoral de Biden.

"Agora que o povo se manifestou, Joe Biden venceu (e) Kamala Harris será a primeira mulher vice-presidente da América", disse Pelosi.

mlm-ad/rsr/jc/aa