Republicanos ganham cadeira no Senado e se aproximam da maioria

·1 minuto de leitura
(3 nov) Tillis conversa com jornalistas em Cornelius, Carolina do Norte
(3 nov) Tillis conversa com jornalistas em Cornelius, Carolina do Norte

Os republicanos ganharam nesta terça-feira uma cadeira no Senado americano e aplicaram um novo golpe no esforço dos democratas para conseguir o controle dessa câmara.

O senador republicano pela Carolina do Norte, Thom Tillis, reelegeu-se, depois que seu adversário, Carl Cunningham, reconheceu a vitória do rival, uma vez que a diferença de votos é irrecuperável. "Os eleitores falaram e respeito sua decisão", declarou Cunningham.

Os republicanos somam agora 49 das 100 cadeiras do Senado, contra 48 para os democratas. Os olhos estão voltados para o segundo turno das eleições para essa câmara na Geórgia, em 5 de janeiro, que definirá qual dos partidos irá controlar o Senado. Uma terceira cadeira, do Alasca, continua indefinida, e o senador republicano Dan Sullivan lidera a apuração.

Os democratas mantiveram o controle da Câmara dos Representantes. Um Congresso dividido obrigaria o presidente eleito, Joe Biden, a usar toda a sua experiência para negociar no Senado, onde atuou por 36 anos, até se tornar vice-presidente de Barack Obama.

cyj/mjs/bfm/gm/gma/lb