Reserva de dividendos da Petrobras pode ser usada para investimento, diz Prates

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras poderá fazer um plano de investimento adicional para aplicar os recursos de uma reserva estatutária de dividendos, caso os acionistas a aprovem, disse o presidente da petroleira, Jean Paul Prates, em entrevista a jornalistas.

Na véspera, ao anunciar a sugestão da criação de uma reserva estatutária, a empresa não definiu qual seria a sua finalidade.

A criação de uma reserva foi proposta após o total de dividendos aprovados ultrapassar valores de uma fórmula prevista na política de remuneração a acionistas em 6,5 bilhões de reais no trimestre.

O Conselho de Administração sugeriu então que os acionistas avaliem a criação da reserva para reter até 6,5 bilhões de reais do resultado do exercício social de 2022.

(Por Marta Nogueira e Rodrigo Viga Gaier; texto de Roberto Samora)