Reserva Federal dos EUA volta a aumentar as taxas de juro e promete não ficar por aqui

Terceira subida consecutiva coloca as taxas de referência em valores que não se verificavam desde a crise financeira de 2008