A resposta dos EUA aos acenos golpistas de Bolsonaro

O principal assunto entre embaixadores em Brasília nos últimos dias foi a nota da embaixada dos EUA sobre o processo eleitoral brasileiro. Os diplomatas estrangeiros acharam o tom muito acima do habitual.

A leitura que alguns fizerem foi a de que o recado não era só para Jair Bolsonaro, mas também para as Forças Armadas: que não contem com o apoio americano no questionamento das eleições.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos