Restaurantes se unem e criam concorrente para iFood, Rappi e Uber Eats

·1 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 13.02.2013 - Fachada do restaurante Outback Steakhouse no Shopping Center Norte, na zona norte de São Paulo. A loja do Center Norte é a mais lucrativa da rede no mundo, entre centenas de outras. (Foto: Avener Prado/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 13.02.2013 - Fachada do restaurante Outback Steakhouse no Shopping Center Norte, na zona norte de São Paulo. A loja do Center Norte é a mais lucrativa da rede no mundo, entre centenas de outras. (Foto: Avener Prado/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Restaurantes como Outback, Giraffas, Bob's e Rei do Mate se uniram para criar e operar uma plataforma de delivery de comida. A joint venture, chamada de Quiq, competirá diretamente com os apps de delivery já existentes, como Rappi, iFood e Uber Eats.

A parceria foi aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) sem restrições e publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (15).

Além dos restaurantes citados, também será formada pelas empresas Axionlog Uruguay, BFFC do Brasil Comércio de Alimentos -que opera marcas como Bob's, Pizza Hut, KFC e Yoggi-, CIATC Participações, Holding de Alimentos e Participações, Bramex Comércio e Serviços e 4all Holding BR.

A proposta foi enviada ao órgão em dezembro do ano passado e, desde então, tem passado por diversos processos de análise do Cade -que incluiu, por exemplo, a consulta às outras plataformas, como Rappi e Uber Eats e até a associação de bares e restaurantes, a Abrasel.

Em documentos anteriores enviados ao órgão, as empresas afirmaram, por meio de seus advogados representantes, que a operação terá efeitos pró-competitivos e que não gera preocupações concorrenciais.

"Além disso, o mercado analisado é pulverizado, as barreiras à entrada são baixas, o negócio é simples do ponto de vista operacional e existe uma grande e crescente demanda por alimentos prontos", afirmaram os advogados em relatório enviado ao Cade.

A parceria para a criação da joint venture não atingirá as operações de venda presencial de cada uma das participantes. Além disso, as empresas continuarão a concorrer de maneira independente em suas atividades originais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos