Restrições às praias do Rio devem ser prorrogadas por pelo menos mais uma semana

Luiz Ernesto Magalhães
·1 minuto de leitura

O prefeito Eduardo Paes deve prorrogar por pelo menos mais uma semana as restrições às praias bem como a proibição do estacionamento na orla, exceto para moradores e hotéis. A medida deve constar num decreto a ser editado ainda nesta quinta-feira, dia 1º, de forma a diminuir a circulação de pessoas na cidade para tentar conter o avanço da Covid-19. Outras normas deverão ser mantidas, como a proibição do acesso de veículos de fretamento ao Rio com turistas que fazem bate e volta sem se hospedarem na cidade.

A tendência de manter as restrições na orla foi dito por representantes de vários setores da economia que se reuniram com Paes no início da tarde no Palácio da Cidade. Segundo o relato de participantes da reunião, foi pedida a flexibilização para a reabertura de algumas atividades. Shoppings, bares e restaurantes defenderam por exemplo, abrir das 12h às 20h, mas Paes teria dito que não pode bater o martelo sem conversar com membros do comitê científico da prefeitura, o que deve acontecer ainda nesta quinta-feira.

O que ficou definido é a criação de uma espécie de comitê do setor produtivo para avaliar os efeitos da pandemia na cidade, que será coordenado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico da prefeitura, Chicão Bulhões.

No fim da tarde, Paes ficou de anunciar a unificação dos calendários de vacinação de Itaguaí, Maricá, Rio de Janeiro e Niterói.