Resultado do 1° turno da eleição legislativa na França ameaça maioria absoluta de Macron

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente francês, Emmanuel Macron, sai do primeiro turno da eleição legislativa deste domingo (12) sem garantia de poder dirigir o país nos próximos cinco anos com uma maioria absoluta na Assembleia Nacional, condição para conseguir implementar seu programa de governo. O pleito, marcado pelos bons resultados da aliança de esquerda e por uma boa performance da extrema direita, obriga o chefe de Estado a esperar até o segundo turno, no próximo domingo, para saber qual margem de manobra terá durante seu mandato.

O primeiro susto do Juntos!, coalizão criada pelos aliados do chefe de Estado, foi o número de votos conquistados pelo NUPES, grupo formado por boa parte dos partidos de esquerda do país. A aliança, encabeçada pelo chefe da esquerda radical, Jean-Luc Mélenchon, conseguiu entre 25% e 26,2% dos votos, contra de 25% a 25,8% para o grupo de Macron, segundo os primeiros resultados. Para Mélenchon, “o partido presidencial está derrotado”.

Essa primeira etapa das legislativas confirma uma recomposição do tabuleiro político francês. Segundo as projeções, a aliança de Macron, que precisa obter no mínimo 289 cadeiras, pode terminar com um saldo entre 255 e, no máximo, 310 deputados.

“Hugo Chávez francês” assusta partido governista


Leia mais

Leia também:
França: Coalizão de Macron e união da esquerda saem do 1° turno da eleição legislativa praticamente empatadas
França ainda não respeita paridade, mas registra aumento de mulheres candidatas nas eleições legislativas
Aliado de Lula no Brasil, Mélenchon pode ser a última esperança de uma esquerda francesa moribunda

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos