Resultado do Sisu 2016 sai segunda feira; o que você precisa saber

SISU

A primeira edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2016 oferece 228 mil vagas em 131 instituições públicas de todo o Brasil.

O período de inscrições para ingresso no primeiro semestre é de 11 a 14 de janeiro de 2016 e a expectativa é grande.

Se você é um dos milhões de participantes, deve estar roendo as unhas para saber se conseguiu a tão sonhada vaga na universidade pública usando a nota do Enem.

Veja quando sai o resultado do Sisu 2016 e como descobrir se o seu nome está entre os aprovados!


Quando sai o resultado do Sisu 2016

O processo seletivo do Sisu é todo automatizado e, por isso, muito rápido! As inscrições abrem em uma segunda-feira, encerram na quinta-feira e o resultado já sai na segunda-feira seguinte.

Na primeira edição do Sisu 2016, o resultado será divulgado no dia 18 de janeiro.

Onde sai o resultado do Sisu 2016

O resultado do Sisu 2016 pode  ser consultado na internet.

Para descobrir se você passou no Sisu, entre no site do programa, digite seu login e senha (número de inscrição e senha do Enem 2015) e acesse seu Boletim de Acompanhamento.

Você também encontra a lista de aprovados nas instituições participantes do Sisu e na Central de Atendimento do MEC, pelo telefone 0800-616161.

Tem lista de espera no Sisu 2016?

Sim! Se você se inscreveu no Sisu 2016 e não passou na primeira chamada, não se desespere!

O Sisu tem lista de espera e com ela você ganha uma segunda chance de entrar na universidade pública usando a nota do Enem, sem precisar fazer o vestibular.

Fique atento às regras para participar da lista de espera do Sisu:

-O candidato precisa ter participado daquela edição do Sisu e não pode ter sido selecionado.

-A lista de espera não é automática. É necessário se cadastrar, manifestando o interesse de participar da lista, no site do Sisu.

-Você só pode participar da lista de espera por uma vaga no mesmo curso que marcou como primeira opção no processo regular.

-O período para se cadastrar na lista de espera da primeira edição do Sisu é de 18 a 29 de janeiro de 2016.


A partir de 4 de fevereiro, as instituições começam a convocar os candidatos que foram selecionados via lista de espera.

Alternativas para quem não passou no Sisu 2016

Se você não conseguiu uma vaga na universidade pública pelo Sisu e está com o orçamento apertado, ainda pode contar com o apoio de um destes dois programas do Governo Federal:

ProUni
O Programa Universidade para Todos (ProUni) oferece bolsas de estudos parciais (50%) e integrais (100%) para estudantes de baixa renda em universidades privadas de todo o Brasil.

São duas edições por ano - no primeiro e no segundo semestre - e as inscrições abrem logo após a divulgação do resultado do Sisu. Os interessados devem se inscrever pela internet, no site do ProUni. http://siteprouni.mec.gov.br

O ProUni é totalmente informatizado e usa a nota do Enem como critério para conceder as bolsas.

Para participar do ProUni 2016, você deve ter feito o Enem 2015, com pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação. Além disso, não pode ter diploma de nível superior e deve cumprir pelo menos um dos requisitos a seguir:

-Ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em escola particular como bolsista integral.

-Ser pessoa com deficiência.

-Ser professor efetivo da rede pública e concorrer a bolsas de licenciatura (nesses casos não há requisitos de renda).


As bolsas integrais são reservadas aos estudantes que tiverem renda familiar bruta mensal de no máximo um salário mínimo e  meio por pessoa. Já as bolsas parciais são para quem tem renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Somente faculdades credenciadas pelo MEC podem oferecer o ProUni. Conheça algumas das principais:

-Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)

-Universidade Estácio de Sá (UNESA)

-Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)

-Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)

-Centro Universitário Leonardo da Vinci (UNIASSELVI)

-Universidade São Judas Tadeu (SÃO JUDAS)


Saiba mais:
Como entrar no ProUni com a nota do Enem


FIES
O FIES é um programa de financiamento estudantil patrocinado pelo Governo Federal. Funciona como um crédito universitário, mas os juros são bem mais baixos e as condições de pagamento são facilitadas - o pagamento da dívida só começa um ano e meio depois da formatura e pode ser parcelado em vários anos.

Como o número de vagas é limitado, o FIES tem um processo seletivo que também usa a nota do Enem. Para participar é necessário ter feito o Exame a partir de 2010, com 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação.

O estudante que quiser pedir o FIES precisa ter renda familiar bruta mensal de no máximo 2,5 salários mínimos por pessoa.

O processo seletivo do FIES também abre duas vezes por ano, normalmente após a divulgação dos resultados do ProUni. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pela internet, no site do FIES Seleção.


Veja também:
Como usar o FIES para pagar a faculdade


Conseguiu passar no Sisu? Conte para a gente aqui nos comentários!