Retomada das viagens na Europa gera desafio logístico nos aeroportos

A alta repentina do número de passageiros nos aeroportos europeus, após o fim das restrições relacionadas à Covid-19, representa um "desafio" para as empresas que reduziram o número de funcionários durante a crise. A filial europeia do Conselho Internacional dos Aeroportos admitiu que existem "dificuldades importantes" que afetam o transporte aéreo.

"O desafio imediato é gerenciar a alta repentina do tráfego, já que um dos efeitos da pandemia foi a redução dos recursos dos aeroportos e de manutenção das aeronaves no solo", disse o diretor-geral do Conselho na Europa, Olivier Jankovec, em um comunicado.

Ele salientou a necessidade de contratar novos funcionários, e disse que é impossível "realizar ajustes de um dia para o outro", levando-se em conta aspectos relacionados à segurança e os prazos necessários às formações.

Na véspera, a Iata, a principal associação mundial de companhias aéreas, pediu que a situação seja tratada com "urgência." O diretor-geral da entidade, Willie Walsh, lamentou "as longas esperas em inúmeros aeroportos ocasionadas por recursos insuficientes". Para ele, é importante agir para manter "o entusiasmo dos viajantes".

A companhia KLM foi obrigada a cancelar dezenas de voos no aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, no último final de semana, que ficou saturado no início do recesso escolar de abril.

O diretor-geral da Air France-KLM, Benjamin Smith, confirmou que o setor sofre dificuldades "operacionais".

"Nos Estados Unidos, há uma enorme falta de pilotos, que força inúmeras companhias aéreas a cancelar voos deste verão [no hemisfério norte]. Em alguns locais, não há policiais na alfândega em número suficiente, ou agentes de segurança", disse em uma coletiva de imprensa.


Leia mais

Leia também:
Tráfego nos aeroportos parisienses não volta ao normal antes de 2024
Covid-19: aeroporto de Roissy cria anexo em terminal para indianos clandestinos
Amontoados em alojamentos no aeroporto de Paris, migrantes barrados são contaminados por Covid-19

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos