Retorno de artilheiro e duelo de compatriotas: Vasco busca recuperação contra o Palmeiras

·1 minuto de leitura
Foto: Luiza Moraes / Agência O Globo
Foto: Luiza Moraes / Agência O Globo

Ainda procurando uma identidade sob o comando de Ricardo Sá Pinto, o Vasco encara, neste domingo, às 16h, um dos seus desafios mais complicados desde a chegada do novo comandante. O clube recebe o Palmeiras em São Januário, buscando dar fim à sequência de jogos sem vitória no Brasileirão.

A última vitória do Cruz-Maltino na competição está próxima de completar dois meses: um triunfo em clássico sobre o Botafogo (3x2), no dia 13 de setembro. De lá para cá, foram seis derrotas e dois empates, o último contra o lanterna Goiás, no último domingo. A situação culminou em queda livre da equipe na tabela, hoje na beira da zona de rebaixamento.

Para a partida de hoje, Sá Pinto tem boas notícias. Pela primeira vez desde que chegou a São Januário, o técnico deve contar com o artilheiro da equipe, Germán Cano. Recuperado de uma lesão na coxa direita que o tirou dos últimos quatro jogos, o camisa 14 passa por recondicionamento muscular a fim de estar em campo contra os paulistas.

Além de Cano, a equipe terá a volta do lateral-direito Léo Matos, que não atuou contra o Caracas pela Copa Sul-Americana, por não estar inscrito. O técnico segue tendo à disposição os zagueiros Castan, Ricardo Graça e Miranda, possibilitando repetir o esquema de três zagueiros que implementou contra os venezuelanos.

O Palmeiras, do amigo e compatriota Abel Ferreira, briga pela volta ao G6 e vem de duas vitórias seguidas, incluindo um sonoro 3 a 0 sobre o postulante ao título Atlético-MG. Para o Vasco, a vitória vale um afastamento valioso da zona de rebaixamento em momento turbulento dentro e fora de campo.